Sunday, January 22, 2006

Temos o que merecemos.


Não estou feliz, nem estou triste… se é bom para o País, é bom para mim. Estamos longe de ter um Presidente diplomata de raiz. O seu perfil tímido e desajustado nas multidões, faz dele um homem distante, frio, cauteloso, e até cómico, dando quase a sensação, de que se pudesse, se desinfectava com álcool. Quando é atacado, dá a imagem de ter pouco Mundo, pouca cultura geral, não conseguindo defender se como deve ser. De qualquer maneira, hoje deu troco a muitos. Não foge das as suas origens humildes, de homem rural (não digo que o quer, atenção), o que tráz também as suas vantagens. Trabalhador, subiu na vida a pulso, e fez grandes esforços para ter estudos, coisa que muitos de nós não o conseguiriam nas mesmas circunstâncias. Não é nenhum monstro político, nem nenhum pai da pátria, mas tem valores bastantes altos. Não sei se o seu brilhante curriculum de economista lhe servirá para alguma coisa, mas sempre é bem melhor do que ser poeta, vidreiro ou reformado. Desejo lhe toda a sorte do mundo, e que atinja tudo o que deseja nos próximos 5 anos, por mim até podem ser 10. Só não percebo é o seguinte, se um Presidente só serve para fazer cumprir a constituição, como todos apregoaram, em pezinhos de lã, durante a campanha, então mais vale por lá o Jorge Miranda indefinidamente.
Se é Sr. Silva ou Professor Cavaco agora já não interessa, é o nosso Presidente.

4 Comments:

Anonymous Anonymous said...

Desculpe não concordar mas merecíamos um Poeta! O Poeta que canta a Liberdade...


«Trova do Vento que Passa»

Pergunto ao vento que passa
notícias do meu país
e o vento cala a desgraça
o vento nada me diz.

Pergunto aos rios que levam
tanto sonho à flor das águas
e os rios não me sossegam
levam sonhos deixam mágoas.

Levam sonhos deixam mágoas
ai rios do meu país
minha pátria à flor das águas
para onde vais? Ninguém diz.

Se o verde trevo desfolhas
pede notícias e diz
ao trevo de quatro folhas
que morro por meu país.

Pergunto à gente que passa
por que vai de olhos no chão.
Silêncio -- é tudo o que tem
quem vive na servidão.

Vi florir os verdes ramos
direitos e ao céu voltados.
E a quem gosta de ter amos
vi sempre os ombros curvados.

E o vento não me diz nada
ninguém diz nada de novo.
Vi minha pátria pregada
nos braços em cruz do povo.

Vi minha pátria na margem
dos rios que vão pró mar
como quem ama a viagem
mas tem sempre de ficar.

Vi navios a partir
(minha pátria à flor das águas)
vi minha pátria florir
(verdes folhas verdes mágoas).

Há quem te queira ignorada
e fale pátria em teu nome.
Eu vi-te crucificada
nos braços negros da fome.

E o vento não me diz nada
só o silêncio persiste.
Vi minha pátria parada
à beira de um rio triste.

Ninguém diz nada de novo
se notícias vou pedindo
nas mãos vazias do povo
vi minha pátria florindo.

E a noite cresce por dentro
dos homens do meu país.
Peço notícias ao vento
e o vento nada me diz.

Mas há sempre uma candeia
dentro da própria desgraça
há sempre alguém que semeia
canções no vento que passa.

Mesmo na noite mais triste
em tempo de servidão
há sempre alguém que resiste
há sempre alguém que diz não.

Manuel Alegre

Fénix

11:30 AM, January 24, 2006  
Anonymous Anonymous said...

Em nome da Liberdade de Expressão,

aproveito para deixar uma nota de desagrado ao facto de, apenas os comentários aprovados por si poderem ser publicados neste SEU espaço!!!

Muita Paz e Liberdade,

Fénix

11:49 AM, January 24, 2006  
Anonymous beastrolabio said...

Caro(a) Fénix, aceito a tua critica. Não sou apoiante do estado novo, é o reflexo de ter amigos brincalhões que pouco ou nada respeitam, dai a censura. Abraço.

4:06 PM, January 24, 2006  
Blogger Corsário Marialva said...

De boa voz vos digo que, nesta vil e desigual luta, este valoroso ermitão conseguiu e mereceu que a fortuna o levasse para a cadeira do poder.Os reis das outra cidadelas apenas se candidataram a tal cadeira ameaçando e ofendendo aquela nobre figura que replicou a esses vis actos com a excelência da sua postura e com pensamentos digno dos mais ilustres.

http://corsariomarialva.blogspot.com/

3:40 PM, January 30, 2006  

Post a Comment

<< Home