Friday, October 27, 2006

O Pior Português de Sempre Vs O Melhor Português de Sempre




O meu pior seria António Oliveira Salazar. Orgulhosamente sós??? Onde é que isso se usa! Sem os bifes no Algarve a jogarem golfe, as espanholas nas docas, as meninas de leste em Bragança, os nossos irmãos dos PALOPs, sem máfia de leste, sem chineses no casino, sem sushi, sem os jogadores de luxo da nossa super liga, as brasileiras…bom as brasileiras em toda a parte! Sem IKEA, sem o el corte inglês E ainda por cima com a PIDE á perna. Isto não tinha graça nenhuma.
O meu melhor português seria o Pedro Álvares Cabral, responsável importação do Carnaval, das caipirinhas, da picanha, dos fios dentais, do baile funk na porta do alemão, dos bazeados, e mais importante que tudo das novelas…..oi! Não tou entendendo! Nada não tou só de bobeira.

7 Comments:

Blogger les said...

http://lasmejorestrolas.blogspot.com/

3:43 AM, October 27, 2006  
Blogger Unicus said...

O meu pioor seria igualmente Salazar. Não apenas pela razão que indicaste. Era basicamente um fascínora.
O melhor parece ser mais dificil. Mas a escolher alguém da época dos Descobrimentos teria de ser o homem que os possibilitou. O Infante D. Henrique, homem sábio.
Abraço

9:57 PM, October 30, 2006  
Blogger dreams said...

e eu vim só deixar-te um beijo com saudade

“·.¸Dreams¸.·”

10:57 PM, November 02, 2006  
Anonymous Anonymous said...

pseudo-intelectuais e esquerdistas ressabiados

10:18 PM, February 02, 2007  
Anonymous Bruno said...

Es ridiculo,apesar do problema da Pide,Salazar foi um grande dirigente politico,sempre preocupado com o povo portugues,quando ele dirigia o país havia escolas a abrir,nao como agora escolas a fechar,tamos a chegar a um ponto em q vai ser necessario colonizar Portugal!!porque Portugal esta centralizado em Lisboa e Porto,e nao existe mais nada....Ninguem quer trabalhar e so se sabem queixar,isto nao é País..Ja foi...e sim,Orgulhosamente Sós

5:00 PM, February 14, 2007  
Anonymous The Studio said...

infelizmente não sei o que é um fascínora. Quanto ao "orgulhosamente sós" não tem a interpretação que o autor do texto lhe dá pelo que tudo o que disse são patetices. Pelo menos nessa altura Portugal era Portugal. Agora ao passear por Lisboa temos a sensação que estamos num país estrangeiro.

5:53 PM, February 23, 2007  
Anonymous The Studio said...

E nem sei porque criticam o Salazar. Afinal a censura também existe neste blog...

5:54 PM, February 23, 2007  

Post a Comment

<< Home